Depois de dias de muito calor, é a vez do mau tempo se instalar em Portugal. O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos identificou um centro de baixas pressões não tropical que se dirige ao continente e que tem 30% de probabilidade de se transformar num ciclone.

Este fenómeno meteorológico, que terá o nome de Odette, está a vários quilómetros dos Açores, desloca-se a uma velocidade de cerca de 16 quilómetros por hora e deve chegar a solo nacional ainda durante esta sexta-feira, sendo que a probabilidade de se vir a transformar num ciclone é de 30% durante os próximos cinco dias.

Mesmo que não se transforme em ciclone, a tempestade vai trazer mau tempo. Trovoadas, vento e chuvas fortes são esperados nos próximos dias.

A situação deve manter-se pelo menos até sábado e já levou a Proteção Civil a emitir alertas, com o objetivo de impedir cenários de inundações como as que aconteceram no Alentejo.

A previsão do Instituto Português do Mar e da Atmosfera também refere uma descida generalizada nas temperaturas, tanto nos valores máximos como nos mínimos.

Esta sexta-feira há um alerta amarelo para grande parte do território nacional, apenas com as exceções da região autónoma da Madeira e dos distritos de Braga, Bragança, Porto, Viana do Castelo e Vila Real.

Os restantes distritos e a região autónoma dos Açores têm avisos sobretudo relacionados com o vento e precipitação fortes.

António Guimarães