A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) desmantelou uma unidade ilegal de produção e venda de suplementos alimentares em Santa Comba Dão, do distrito de Viseu.

A Unidade Regional do Centro - Unidade Operacional V, Núcleo de Investigação e Fiscalização de Tondela- da ASAE procedeu, à execução de dois mandados de busca domiciliários numa unidade clandestina de produção, armazenamento e venda de suplementos alimentares, por suspeita dos crimes de corrupção de substâncias alimentares e de géneros alimentícios anormais falsificados.

Em comunicado a ASAE explica que a investigação teve origem na suspeita de poderem estar a ser produzidos ilegalmente suplementos alimentares com Canábis e de estar a ser realizada extração ilegal de Canabidiol a partir da planta em estado bruto, para produção de suplementos alimentares e de óleos naturais que teriam como destino o mercado do Reino Unido.

A laboração de toda a atividade foi suspensa, por falta de licenciamento e por incumprimento de requisitos de higiene, tendo sido apreendidos 3.930.000 cápsulas vazias, 428.000 cápsulas cheias (sem rotulagem), 6.615 kg de produtos químicos indiferenciados, 42.000 unidades de drageias de geleia, quatro baldes de comprimidos (com cerca de 60 kg de comprimidos), 30 frascos (de 10ml cada) de Sunsemilia e um saco com 7kg de cápsulas (contendo alegadamente canabidiol).

Foram ainda apreendidas quatro máquinas misturadoras e capsuladoras, uma balança digital de precisão, uma impressora, uma máquina térmica de colar sacos, uma impressora de etiquetas, duas placas térmicas de indução, um kit de testes PH, um termómetro e um higrómetro, além de várias embalagens em saco e frasco, documentos e diversos produtos não identificados.

O valor do material apreendido ascende aos 85 mil euros.

Os mandados foram executados após determinação da autoridade judiciária e a ação teve o apoio do Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento da Guarda Nacional Republicana de Santa Comba Dão.

/ MJC