Três pessoas ficaram feridas durante o incêndio em Marinha da Mendiga, concelho de Porto de Mós, no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, disseram fontes da Proteção Civil.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Leiria, há a registar durante esta tarde a retirada do combate de um sapador florestal, por inalação de fumos e exaustão, e de um bombeiro, com queimaduras ligeiras nos membros inferiores. Um militar da GNR também ficou ferido.

O incêndio entrou em fase de resolução pelas 20:40, disse fonte da Proteção Civil.

Às 21:10, estavam no local 196 operacionais apoiados por 61 viaturas, de acordo com a página na internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

A mesma fonte explicou que “as operações de rescaldo e consolidação vão ser longas, porque o incêndio atingiu uma vasta área”.

O alerta para o fogo naquela localidade da União de Freguesias de Arrimal e Mendiga foi dado às 02:45 e provocou ferimentos em três pessoas.

O presidente da Câmara de Porto de Mós, Jorge Vala, acrescentou que arderam cerca de 500 hectares de mato.

De acordo com fonte do CDOS, o teatro de operações de combate às chamas está dividido em três setores, sendo que em dois deles 90% do fogo está dominado e num terceiro 50% está em resolução, mantendo-se ativo no restante.

/ AG / SS - atualizada às 21:42