Mais de 330 operacionais estão no combate a dois incêndios florestais em Vila Verde, um dos quais está a evoluir favoravelmente, disse à Lusa o comandante distrital de Operações de Socorro de Braga.

Segundo Hermenegildo Abreu, o “vento forte" que se faz sentir tem sido a principal dificuldade encontrada pelos bombeiros, a par do "declive acentuado" do terreno.

O incêndio que está a evoluir favoravelmente foi o que deflagrou pelas 16:12 de segunda-feira em Aboim da Nóbrega.

Mais complicado está o combate às chamas que começaram pelas 11:02 de hoje em Vade, também em Vila Verde, que mantém duas frentes ativas.

“O vento está forte e o terreno apresenta declives acentuados, vamos ter uma longa noite de trabalho pela frente”, referiu.

No total, os dois incêndios mobilizam mais de 330 operacionais, apoiados por quase uma centena de meios terrestres.

Segundo a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil, pelas 21:30, no distrito de Braga, registava-se um outro incêndio “importante” em Vizela, com 117 operacionais e 32 viaturas.

Este incêndio, que deflagrou pelas 14:50 em Caldas de Vizela, mantém uma frente ativa.