ACTUALIZADA ÀS 23h41

Às 23h40 desta segunda-feira estavam activos 14 incêndios em Portugal. No terreno estão pelo menos 952 bombeiros apoiados centenas de viaturas.

No Porto, as chamas chegaram mesmo a atingir uma zona da cidade, nas Fontainhas. Uma fonte dos bombeiros disse ao tvi24.pt que arderam várias habitações.

Ainda neste distrito, há registo de um incêndio em Portela de Souto, Penafiel (55 bombeiros e 17 viaturas).

No distrito de Viseu, as chamas arderam em Pascoal e até levaram ao encerramento do IP5.

No concelho de Viseu há agora outro incêndio, que começou em Vila Chã de Sá (184 bombeiros e 51 viaturas) e progrediu para o concelho de Tondela, chegando mesmo a ameaçar casas na aldeia de Parada de Gonta e a deixar oito feridos.

Em Aveiro, lavra um violento incêndio, que chegou a isolar a população de Rebordelo, em Santa Maria da Feira (129 bombeiros e 33 viaturas).

Em Fornos, Castelo de Paiva (26 bombeiros e 9 veículos) e em Domelas, Sever do Vouga (30 bombeiros e 7 viaturas) as chamas também lavram com grande intensidade.

O distrito de Viana do Castelo regista quatro fogos. Dois no concelho de Caminha (87 bombeiros e 23 veículos), um em Ponte de Lima (33 bombeiros e 9 veículos), e outro em Arcos de Valdevez (14 bombeiros e 3 veículos).

Em Setúbal há um incêndio com duas frentes activas em Brejos Carvalhal, Alcácer do Sal (206 homens e 67 veículos). A aldeia turística do Montalvo quase foi evacuada.

No distrito de Braga decorrem três incêndios: em Fafe (20 bombeiros e cinco viaturas), Póvoa de Lanhoso (30 bombeiros e nove viaturas) e Vieira do Minho (16 bombeiros e quatro viaturas).

Um outro incêndio lavra ainda no distrito da Guarda, mais concretamente em Quintas de Santo António, no concelho de Sabugal (59 homens e 15 veículos).
Redação