A Polícia Judiciária deteve quatro homens suspeitos de integrarem uma organização criminosa com ramificações em vários países e apreendeu cerca de 117 kg de cocaína que haviam sido transportados até território nacional por via marítima.

De acordo com a Polícia Judiciária, a Operação AXÍPETO permitiu a identificação dos suspeitos numa base logística na região da Grande Lisboa, que operava tentacularmente com outros países e se dedicava à introdução de grandes quantidades de cocaína no continente europeu.

Os mais de cem quilos apreendidos - em momentos temporais distintos - de cocaína foram transportados para o país, a partir da América Latina, "em dois contentores de feijão para consumo humano - importados por uma sociedade comercial com sede na região de Lisboa". 

"Num dos contentores a droga vinha dissimulada no interior de alguns dos sacos onde vinha acondicionado o feijão, sendo que no outro a cocaína encontrava-se dissimulada na estrutura de algumas das paletes, sobre as quais vinham empilhados os sacos de feijão, no interior do contentor, o que tornou excecionalmente difícil e trabalhosa a sua deteção", aponta a Polícia Judiciária, sublinhando que a investigação continua a desenvolver-se.

Os quatro detidos, todos estrangeiros e com idades compreendidas entre os 44 e 59 anos, foram presentes a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.