Um homem detido e sob custódia da GNR fugiu esta quarta-feira nas imediações do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora e foi capturado cerca de uma hora depois pela PSP, revelaram fontes policiais e judiciais.

Contactado pela agência Lusa, fonte do Comando Territorial de Évora da GNR limitou-se a confirmar a fuga do detido e a transmitir uma mensagem de agradecimento pela colaboração da PSP na captura do homem.

Também em declarações à Lusa, o porta-voz do Comando Nacional da PSP, o subintendente Nuno Carocha, indicou que a Polícia recebeu, às 16:43, o alerta de que um homem “detido nas instalações do DIAP de Évora se tinha colocado em fuga”.

Os agentes da Polícia intercetaram o fugitivo às 17:45, nas proximidades de um restaurante de comida rápida, na zona sul da cidade – o DIAP fica na zona norte -, adiantou o porta-voz da PSP, referindo que o detido foi entregue depois à GNR para promover a respetiva “apresentação em tribunal”.

Fonte da Procuradoria-Geral da República (PGR), igualmente contactada pela Lusa, esclareceu que a fuga do detido ocorreu “no exterior” do edifício do DIAP de Évora e assinalou que o arguido foi “rapidamente localizado, encontrando-se novamente sob detenção”.

/ AG