O navio patrulha “Setúbal”, da Marinha portuguesa, transportou hoje bens de primeira necessidade e diverso material, com o objetivo de apoiar a população da ilha do Corvo, nos Açores, afetada pela passagem do furação “Lorenzo”.

Segundo um comunicado do Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA), as operações de desembarque foram acompanhadas pelo presidente da Câmara Municipal do Corvo, José Manuel Silva, que realizou uma visita a bordo do navio e ouviu a equipa de engenharia do Exército.

O documento acrescenta que na ilha das Flores foram concluídos os trabalhos de remoção de destroços de um dos blocos de betão submersos, que foi submetido a uma ação de detonação.

“Após esta operação, foi já efetuada, pela equipa hidrográfica, uma sondagem com recurso a sonar lateral, para verificar que não restaram quaisquer destroços no local”, explica o EMGFA.

Nas operações estiveram envolvidos cerca de 350 militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea, que prestam apoio devido à passagem do furação “Lorenzo”, trabalhando em colaboração com a Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas e os Portos dos Açores.