O Infarmed emitiu esta terça-feira um alerta relacionado com a gama Hair Food da marca Fructis de Garnier. Segundo a autoridade do medicamento, que segue uma informação da Comissão Europeia, os champôs e amaciadores da referida marca podem, devido à sua apresentação, ser confundidos com géneros alimentícios.

Os produtos são colocados no mercado pelo grupo L'ORÉAL, e têm vindo a ser "amplamente distribuídos" no mercado europeu desde janeiro de 2020, sendo que não foi reportado, até ao momento, qualquer caso de ingestão intencional ou acidental.

Em causa estão os produtos com as essências de Aloe Vera, Banana, Macadâmia, Melância e Papaia.

Embora não apresentem um risco para a saúde e segurança dos consumidores, em condições normais de utilização, estes produtos foram sujeitos a medidas corretivas que visam diminuir o risco de confusão com géneros alimentícios, para os consumidores, em especial, as crianças", refere o Infarmed.

Depois de medidas tomadas pela autoridade competente da Bélgica, em conjunto com outras autoridades europeias, entre as quais o Infarmed, destacam-se "alterações no sistema de fecho e selagem das embalagens, que pretendem dificultar a sua abertura, e as advertências e outras informações ao consumidor incluídas na rotulagem de cada um dos produtos, sob a forma de texto, imagens ou outros sinais figurativos".

Desta forma, o Infarmed já acordou com a L'ORÉAL que serão disponibilizados no mercado nacional os mesmo produtos, com nova apresentação, a partir de maio.

António Guimarães