Ir a um restaurante, entrar numa cabine específica, tirar a roupa e apreciar uma refeição de comida tipicamente francesa, completamente nu... Era possível até aqui, mas vai deixar de ser. 

O O'Naturel foi o primeiro restaurante pensado especialmente para nudistas e foi inaugurado em novembro de 2017. Apenas 15 meses depois, os proprietários do estabelecimento anunciaram no Facebook que vão fechar as portas a 16 de fevereiro. 

No O'Naturel, os telemóveis e todos os aparelhos eletrónicos devem ser deixados junto à roupa, na cabine que é disponibilizada, de modo a respeitar a privacidade dos restantes clientes presentes no restaurante. Claro está que não é permitido tirar fotografias. 

Apesar dos vários elogios que foram surgindo ao longo do ano passado, os gémeos Mike e Stéphane Saada, os proprietários, confessaram à agência de notícias France-Presse que financeiramente não há condições para o local permanecer aberto. 

Visto como um dos restaurantes mais invulgares, os proprietários têm diariamente a preocupação de fazer com que a clientela se sinta à vontade. Os donos apresentam-se sempre vestidos e acompanham os clientes à mesa assim que entram no restaurante.

Agradecemos por participar nesta aventura ao jantar no O'Naturel. Só nos lembraremos dos bons momentos, encontros com pessoas bonitas e clientes satisfeitos por compartilhar momentos excecionais", escreveram os proprietários na página oficial do Facebook do restaurante. 

Com uma pontuação média de 4.8 em 5 nas críticas daquela rede social, tanto a experiência que se vive como a qualidade da comida servida foram alvo de críticas bastante positivas, desde a inauguração do restaurante francês. Um dos elogios foi deixado pelo guarda-redes da equipa de futebol francesa Volt. Chateaubriant, Florian Dupuis.

Ótimo restaurante, futurista na audácia de seu naturismo (...) [e que] promove os belos valores do naturismo, da tolerância e do não julgamento, vivendo juntos, todos juntos, como somos".

O gémeos Sadaa preocupam-se agora em promover o restaurante o máximo possível, convidando as pessoas a desfrutar de uma última vez da experiência, até ao derradeiro dia. "É agora ou nunca", dizem.

Na memória dos proprietários ficará a declaração feita pelo presidente francês da Federação do Naturismo, Yves Leclerc, após a inauguração do restaurante. "É como se estivéssemos de férias, mas melhor", afirmou na altura. 

Apesar do restaurante da capital francesa ter os dias contados, o número de nudistas presentes no país está a aumentar. De acordo com a Federação Francesa de Nudismo, existem atualmente cerca de 2.7 milhões de nudistas em França.