O alerta foi dado às 18:00 de quarta-feira. Cinco pessoas da mesma família estavam perdidas no Parque Natural Peneda Gerês e era preciso localizá-los. Após contato telefónico com um dos elementos do grupo foi possível localizar o grupo e proceder ao resgate na zona de Vilar da Veiga, próximo da Cabana do Cando, Gerês.

O grupo, composto por duas mulheres de 53 e 45 anos, dois jovens de 18 e 21 anos, e uma criança com 10 anos, encontrava-se exausto sem água e duas das pessoas "com impossibilidade de andar, uma vez que a mulher de 45 anos, tinha recentemente sido sujeita a um intervenção cirúrgica e o jovem, de 21 anos, apresentava ferimentos e hematomas nos joelhos, devido a duas quedas". 

"Perante as contingências e devido ao conhecimento detalhado que os militares do GIPS detêm do terreno, os mesmos percorreram cerca de 8 quilómetros por trilhos, a partir da Cascata do Arado, até localizarem as vítimas, pelas 19:30, numa zona de montanha e de vegetação densa. Os militares verificaram que as vítimas estavam desorientadas, bastante cansadas e desidratadas, sendo necessário proceder à sua estabilização, disponibilizando-lhes água, magnésio e mantas térmicas", pode ler-se no comunicado.

Devido à impossibilidade de duas das vítimas poderem caminhar pelos próprios meios, foi acionado um helicóptero, que transportou quatro elementos do grupo. Um dos elementos do grupo acompanhou os militares do GIPS até à Cascata do Arado, onde se encontrava INEM e elementos dos Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro.

A operação de resgate terminou cerca das 22:00.