A GNR deteve hoje seis homens por vários crimes, como tráfico de droga, e apreendeu 244 doses de haxixe e duas armas brancas, numa operação na área de serviço de Aljustrel da Autoestrada 2, no Alentejo.

Três dos homens foram detidos por tráfico de droga, dois por detenção de armas proibidas e um pelo crime de falsificação e notação técnica de tacógrafo, precisa o Comando Territorial de Beja da GNR, num comunicado enviado à agência Lusa.

Durante a operação, em Aljustrel, no distrito de Beja, que incidiu no combate ao tráfico de droga e à detenção de armas proibidas e na fiscalização do cumprimento de legislação rodoviária, tributária, aduaneira e ambiental, a GNR fiscalizou mais de 600 condutores e respetivos veículos.

Além das detenções e das apreensões de haxixe e armas brancas, a GNR elaborou 105 autos de contraordenação, incluindo 19 por excesso de velocidade, 16 por excesso de peso no transporte de mercadorias, 13 no âmbito do regime de bens em circulação por infração ao Código do IVA, seis por consumo de droga, três por falta de documentação de animais de companhia e um por infração ao Imposto Especial de Consumo (IEC).

A operação envolveu 58 militares de várias valências operacionais da GNR, nomeadamente territorial, intervenção, proteção da natureza e ambiente, investigação criminal e ação fiscal, e contou com a colaboração de cinco inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).