A Guarda Nacional Republicana (GNR) apreendeu na quinta-feira, em Quarteira, no Algarve, 834 quilogramas de corvina cuja venda não terá sido controlada em lota.

A apreensão decorreu no âmbito de uma operação de controlo da captura e desembarque de pescado, efetuada na lota de Quarteira, no concelho de Loulé, distrito de Faro, segundo um comunicado da GNR.

Na operação, os militares da Unidade de Controlo Costeiro detetaram 824 quilogramas daquele pescado, presumivelmente proveniente de Setúbal, “sem que tivesse sido controlado pela respetiva lota, pelo que foi apreendido”, indicou a GNR em comunicado.

De acordo com a GNR, a ação desencadeada visou garantir os mecanismos reguladores de preços no setor das pescas, pela transparência na formação de preços, e pelo controlo higiossanitário do pescado.