A GNR deteve na Póvoa de Lanhoso, distrito de Braga, um homem de 69 anos, pelo crime de 'stalking', consubstanciado em “perseguição” a mulheres através de cartas com teor sexual e intimidatório, anunciou hoje aquela força.

Em comunicado, a GNR refere que o suspeito enviava cartas às vítimas “de forma reiterada, pelo menos nos últimos dois anos”, tanto para as suas residências como para os seus locais de trabalho.

Dessa forma, provocava medo e um sentimento de insegurança às vítimas, “afetando gravemente a liberdade e o dia-a-dia” das mesmas.

No âmbito da investigação, a GNR deu cumprimento a um mandado de detenção e a um mandado de busca domiciliária, de que resultou a apreensão de material relacionado com aquele crime, nomeadamente cartas, fotografias e envelopes.

As vítimas são mulheres com idades compreendidas entre os 25 e os 48 anos.

O suspeito está detido desde segunda-feira nas instalações da GNR e vai hoje ser apresentado no Tribunal Judicial da Póvoa de Lanhoso, para primeiro interrogatório e aplicação das respetivas medidas de coação.