Dezassete pessoas foram detidas por tráfico de droga, condução sob influência do álcool ou posse de arma proibida durante o Festival Summer Fest, que terminou no sábado na Ericeira, no concelho de Mafra, disse esta segunda-feira fonte da GNR.

Das 17 detenções efetuadas no recinto do festival ou nas suas imediações, 15 foram por tráfico de estupefacientes, uma por condução sob influência do álcool e outra por posse de arma proibida, disse fonte da GNR à agência Lusa.

A GNR levantou ainda 47 contraordenações por consumo de estupefacientes e apreendeu quase meio quilograma de haxixe.

O Festival Summer Fest da Ericeira, no distrito de Lisboa, reuniu 30 mil espetadores, entre sexta-feira e sábado.

Na sexta-feira, Sam The Kid deu um concerto para apresentar, pela primeira vez, o disco "Mechelas", fazendo-se acompanhar em palco por mais 17 nomes do hip-hop lusófono: Bispo, Blasph, Bob da Rage Sense, Boss AC, Classe Crua, Daddy-o-Pop, Ferry, Francis Dale, GROGNation, Karlon Krioulo, Lancelot, Maze, a brasileira Muleca, Nameless, Phoenix RDC, Sir Scratch e Zuka.

Pelo palco da primeira noite passaram ainda o rapper norte-americano Young Thug, a dupla norte-americana de hip-hop e r&b They, os portugueses Kappa Jota e Dj Overule, DJ SlimCutz e E.A.R.L. (da Monsterjinx), o ‘rapper’ Puro L e o ilustrador e designer gráfico Laro Lagosta.

O segundo dia foi reservado ao grupo norte-americano Brockhampton, aos portugueses Holly Hood, GROGNation, Karetus e Deejay Telio, DJ Torres, DJ Noia, Cálculo e ao ‘writer’ Oker, do Colectivo Rua.