Um lar de idosos em situação ilegal, na Quinta do Conde, concelho de Sesimbra, recebeu ordem para encerrar no prazo de 30 dias após uma ação de fiscalização, anunciou esta quarta-feira o Comando Territorial de Setúbal da GNR.

Segundo a mesma fonte, a ação de fiscalização foi efetuada terça-feira na sequência de um processo por violência doméstica, que está a decorrer há cerca de três meses, em que se verificou que um dos visados era proprietário do lar em situação ilegal.

Em comunicado, a GNR refere que a ação de fiscalização contou com o apoio de elementos da Segurança Social e que foi "decretado o encerramento administrativo do lar, em 30 dias".

Redação / EC