A GNR deteve um homem de 51 anos suspeito de violência doméstica no concelho de Amarante, distrito do Porto, informou aquela força policial.

Segundo um comunicado, no âmbito de uma investigação, "os militares da Guarda apuraram que em outubro de 2020 o suspeito terá agredido a vítima, sua ex-companheira de 41 anos, o que levou a que esta terminasse a relação de três anos que mantinha com o agressor".

Com o fim do relacionamento, acrescenta-se na informação, "o agressor começou a perseguir a vítima na tentativa de controlar a sua rotina diária, chegando a ameaçá-la de morte, apontando-lhe uma arma branca ao pescoço".

Segundo a GNR, "num dos últimos episódios de violência, o homem agrediu novamente a vítima, na presença do filho de ambos, de dois anos e meio, injuriando-a e desferindo-lhe socos na cabeça, o que originou um mandado que culminou na detenção do mesmo".

O detido foi presente a primeiro interrogatório no Tribunal de Instrução Criminal de Penafiel, que determinou, como medidas de coação, o afastamento da residência da vítima, a proibição de a contactar por qualquer meio e o controlo por pulseira eletrónica.

/ MJC