Um homem de 33 anos ficou em prisão preventiva por agredir física e psicologicamente a mãe, de 57, em Valongo, mesmo depois de estar proibido de contactar e estar perto dela, disse esta segunda-feira a GNR do Porto.

Em comunicado, esta força policial referiu que o detido por violência doméstica tem já antecedentes criminais pela prática deste mesmo crime, assim como por ameaça agravada, injúrias e ofensas à integridade física. ´

No âmbito desta investigação, os militares apuraram que o homem, a quem já haviam sido aplicadas as medidas de coação de afastamento e proibição de contacto com a mãe por maus tratos, continuou a agredi-la física e psicologicamente, de forma reiterada, forçando-a a fornecer alimentação e a limpar o local onde este vivia, sublinhou.

Segundo a GNR, no mais recente episódio de violência, o arguido ameaçou e coagiu a mãe a entregar-lhe dinheiro para “satisfazer o seu vício de consumo de drogas”, tendo ainda destruído bens da residência, o que originou um mandado de detenção.

/ LF