A GNR identificou um homem de 24 anos pela suspeita de ter furtado 40 peças em ouro de uma casa em Belmonte, material que já foi entretanto apreendido, anunciou hoje aquela força policial.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o Comando Territorial de Castelo Branco refere que, através do Núcleo de Investigação Criminal da Covilhã, foi realizada uma ação, na quarta-feira, que permitiu identificar o suspeito, que tinha uma relação de proximidade com os proprietários.

No seguimento de uma denúncia por furto em residência, os militares apuraram que o suspeito se introduziu pela garagem e furtou 40 peças em ouro, que se encontravam guardadas no interior do quarto do proprietário. Assim, foram encetadas diligências de investigação que permitiram identificar o suspeito, que tinha uma relação de proximidade com os proprietários da residência", é referido.

Segundo a GNR, foi realizada uma busca domiciliária e apreendido diverso material, designadamente 14 anéis, 12 pulseiras, seis fios, cinco brincos e três medalhas, tudo em ouro.

Além disso, foi ainda apreendido um telemóvel.

O suspeito foi constituído arguido e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Covilhã.

/ AG