A GNR deteve um homem de 78 anos por crime de incêndio florestal, que é suspeito de ter provocado um incêndio quando soldava um portão, no concelho de Fornos de Algodres, foi anunciado esta quarta-feira.

O Comando Territorial da GNR da Guarda refere em comunicado que o homem foi detido, na terça-feira, através de militares do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Gouveia.

Segundo a fonte, após ter sido dado o alerta para o incêndio rural, "os militares da Guarda deslocaram-se para o local, acabando por identificar um homem que terá provocado o incêndio quando soldava um portão".

O suspeito foi constituído arguido e os factos foram remetidos pela GNR para o Tribunal Judicial de Celorico da Beira, no distrito da Guarda.

A GNR alerta na nota "que se evitem comportamentos de risco nos espaços florestais e agrícolas" e que, em caso de incêndio, as pessoas telefonem "de imediato para o 112, transmitindo de forma sucinta e precisa a localização, a dimensão estimada e a forma de acesso mais rápida ao local".

/ HCL