A GNR deteve, esta quarta-feira, quatro jovens, com idades entre os 18 e os 20 anos, que se encontravam a furtar uma escola em Pedroso, em Vila Nova de Gaia, sendo suspeitos da autoria de mais crimes naquela freguesia.

Em declarações à Lusa, o comandante do destacamento de Gaia da GNR, capitão Luís Paulino, explicou que os jovens foram detidos na escola EB 2,3 Padre António Luís Moreira, em Pedroso.

Em comunicado, a GNR refere que foi chamada à escola após uma denúncia, tendo detido em flagrante delito os quatro indivíduos na posse de diversos bens roubados no interior.

Os quatro homens são ainda suspeitos de mais sete furtos realizados no interior de viaturas, outro dentro de um estabelecimento comercial e um furto numa residência, tudo em vários locais de Pedroso.

No âmbito da detenção, as autoridades apreenderam vários artigos, entre os quais diversos produtos alimentares, três aves e chaves de fendas utilizadas para aceder às viaturas furtadas.

A GNR acrescenta que os detidos foram presentes a interrogatório e constituídos arguidos, tendo ficado sujeitos à medida de coação de termo de identidade e residência.