A GNR de Porto de Mós anunciou esta sexta-feira que recuperou 194 artigos furtados numa feira de antiguidades, em Aljubarrota, e que identificado três pessoas suspeitas de furto.

Numa nota de imprensa, a GNR informa que o Comando Territorial de Leiria, através do Núcleo de Investigação Criminal de Leiria, na terça-feira, identificou três homens, com idades compreendidas entre os 30 e 40 anos, por suspeita de furto em interior de residência, em Porto de Mós.

No âmbito de uma investigação por furto em interior de residência, de onde foram levados diversos artigos no valor estimado de 40 mil euros, foi possível identificar um suspeito e recuperar parte do material furtado, que se encontrava exposto numa feira de antiguidades, em Aljubarrota", adianta o comunicado da GNR.

A mesma fonte policial acrescentou que no seguimento das diligências, em Alcobaça, foram realizadas buscas domiciliárias, das quais resultou a identificação de dois suspeitos e a apreensão de mais material proveniente do furto em residência.

Foram apreendidos 93 peças em prata, 42 artefactos militares, 36 obras de arte, 14 peças decorativas, três machados, dois binóculos, duas espingardas, uma espada e uma faca.

Segundo a GNR, os suspeitos, já com antecedentes por furto, foram constituídos arguidos e sujeitos à medida de coação de termo de identidade e residência.