Um homem de 28 anos que estava obrigado a permanecer na habitação foi detido pelo crime de violência doméstica sobre a ex-companheira no concelho de Pombal e está agora em prisão preventiva, anunciou esta quarta-feira a GNR.

Em comunicado, a GNR informa que o arguido “infligiu maus-tratos verbais, psicológicos e ameaças de morte, durante a relação de oito anos que mantinha com a vítima, sua companheira, de 24 anos, chegando a agredi-la fisicamente quando esta pôs termo à relação”.

O suspeito continuou a dirigir-lhe maus-tratos verbais, psicológicos e ameaças de morte, sendo igualmente suspeito de ter ateado fogo a dois veículos da vítima”, refere o comunicado.

Ainda segundo a GNR, “numa tentativa de provocar medo e inquietação na vítima”, o homem deslocou-se recentemente à residência daquela, “tendo para o efeito violado a obrigação de permanência na sua habitação que se encontrava a cumprir atualmente”, imposta por decisão judicial.

O detido, madeireiro de profissão, com antecedentes criminais por furto qualificado e condução sem habilitação legal, aguarda agora julgamento em prisão preventiva, acrescenta a GNR, referindo que a detenção ocorreu na terça-feira através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas.

/ HCL