O Tribunal Judicial de Odemira decretou esta sexta-feira a prisão preventiva de três dos quatro suspeitos de tráfico de droga detidos pela GNR em Vila Nova de Milfontes, concelho de Odemira (Beja), disse fonte daquela força de segurança.

A mesma fonte indicou à agência Lusa que os três homens ficam a aguardar julgamento no Estabelecimento Prisional de Beja, enquanto o outro suspeito ficou sujeito a apresentações bissemanais no posto policial da sua área de residência.

A GNR revelou que deteve quatro homens com idades entre os 44 e os 58 anos por suspeitas de tráfico de droga em Vila Nova de Milfontes.

O Comando Territorial de Beja da GNR indicou em comunicado que as detenções foram efetuadas na quinta-feira através do Núcleo de Investigação Criminal de Odemira.

No âmbito de uma investigação por tráfico de droga, que decorria há cerca de um ano, os militares da Guarda intercetaram dois dos suspeitos "em flagrante", quando se deslocavam nas suas viaturas para "distribuição de produto estupefaciente", tendo estes sido detidos, adiantou a GNR.

No decorrer das diligências policiais, foi dado cumprimento a três mandados de busca domiciliária e a dois mandados de detenção, que culminaram com a detenção de mais dois suspeitos, lê-se no comunicado.

No seguimento da ação, acrescentou a GNR, foi apreendido diverso material, com destaque para 537 doses de cocaína, 335 doses de haxixe, 134 doses de canábis, quatro veículos ligeiros, três sementes de canábis, sete telemóveis, duas balanças de precisão, material usado no acondicionamento do produto estupefaciente e 4.350 euros em dinheiro.

Segundo o comunicado, esta ação contou com o reforço do Grupo de Intervenção de Ordem Pública da Unidade de Intervenção.

Maria João Caetano / MJC