A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve na quinta-feira, em Albufeira, no distrito de Faro, um homem suspeito por violência doméstica e posse de armas ilegais e apreendeu 14 armas de vários tipos, anunciou aquela força policial.

O Núcleo de Investigação de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Portimão estava há menos de um mês a investigar o homem, de 54 anos, por alegadas agressões físicas e ameaças de morte, com recurso a uma arma de fogo, à sua companheira, de 43 anos, adiantou a GNR em comunicado.

No âmbito da investigação, e dando cumprimento a seis mandados de busca, a GNR apreendeu ainda cinco espingardas de ar comprimido, quatro caçadeiras, três pistolas de alarme, duas das quais ilegais por estarem alteradas, uma pistola e uma carabina alteradas e 500 munições (cartuchos).

A GNR adiantou que o detido vai ser apresentado hoje ao Tribunal Judicial de Albufeira, para ser ouvido em primeiro interrogatório judicial e para aplicação de eventuais medidas de coação.