A GNR de Vila Real anunciou, nesta quarta-feira, a detenção de sete pessoas por posse de armas proibidas, numa investigação que levou à realização de 13 buscas domiciliárias e à apreensão de 17 armas de fogo.

A operação dos militares do Núcleo de Investigação Criminal de Vila Real decorreu entre segunda e terça-feira, nos concelhos de Alijó, Vila Real e Mondim de Basto.

Segundo a GNR, os detidos são cinco homens e duas mulheres, com idades compreendidas entre os 25 e 67 anos.

No âmbito desta investigação por posse de armas proibidas, foram realizadas 13 buscas domiciliárias e apreendidas 17 armas de fogo, uma arma de ar comprimido, cerca de mil munições de vários calibres, 20 bombas de foguetes, três coldres e três telemóveis.

Depois de presentes a tribunal, a cinco dos detidos foi aplicada a pena de multa, enquanto os restantes dois vão ser ouvidos esta tarde em primeiro interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação.

A operação contou com o apoio de militares do Núcleo de Proteção Ambiental, equipa de Inativação de Explosivos e da Secção de Programas Especiais do Comando Territorial de Vila Real.

Seis suspeitos de tráfico de droga detidos em Braga

Em Braga, a PSP deteve hoje quatro homens e duas mulheres por alegado tráfico de estupefacientes e apreendeu cocaína, heroína e cerca de 2.000 euros, informou aquela força.

Em comunicado, a PSP acrescenta que a operação, que incidiu sobretudo no Bairro Social de Santa Tecla, se traduziu em 11 buscas domiciliárias e no cumprimento de três mandados de detenção.

Os detidos têm entre 21 e 49 anos e vão apresentados nos Serviços do Ministério Público junto do Tribunal Judicial da Comarca de Braga, para aplicação das respetivas medidas de coação.

Na operação, a PSP apreendeu cocaína suficiente para 66 doses e heroína suficiente para 72 doses, além de duas viaturas e de munições de armas de fogo.