Um português de 29 anos foi morto, este domingo, com três tiros na cabeça, no estado brasileiro de Goiás. De acordo com a Polícia Civil, citada pelo portal G1, o homem, trabalhador da construção civil, foi atingido com três tiros na cabeça, na zona de Arco Verde, em Anápolis, a 55 quilómetros de Goiânia.

De acordo com o G1, o crime ocorreu ao início da madrugada de Domingo. De acordo com o jornal Mais Goiás, quando a polícia chegou ao local, o autor ou autores dos disparos já tinha fugido do local. Moradores relatam terem ouvido três disparos.

Ninguém viu o que aconteceu, então não temos informações sobre a dinâmica do crime. Também não temos dados se ele tinha algum envolvimento com algo ilícito ou o que pode ter sido. Estamos a investigar todas as possibilidades”, disse o delegado Cleiton Lobo, que investiga o caso, citado pelo G1.

Segundo o jornal Portal G6, Joaquim António Queirós Pinto, de 29 anos e natural de Marco de Canaveses, distrito do Porto, estaria num jardim público, na madrugada de domingo, quando foi atingido.

Ainda se desconhecem a motivação e autoria do homicídio.

O Portal 6 adianta que o caso está a ser investigado pelo Grupo de Investigação de Homicídios da polícia local.