A Autoridade Marítima Nacional informou esta quinta-feira que um homem de 70 anos morreu após ter ficado “em dificuldades” enquanto praticava mergulho perto do ilhéu da Praia, na ilha Graciosa, nos Açores.

Em comunicado de imprensa, a Autoridade Marítima destaca que o homem, que estava “habilitado como instrutor de mergulho recreativo”, ficou esta tarde “em dificuldades durante a prática da atividade de mergulho".

A vítima praticava mergulho a cerca de 20 metros de profundidade perto do Ilhéu da Praia, na ilha Graciosa.

Na nota de imprensa, lê-se que o homem acabou por morrer mais tarde numa unidade hospitalar.

A Autoridade Marítima refere que a vítima foi resgatada por duas pessoas que o acompanhavam a bordo de uma embarcação, na qual se tinham deslocado para o local do mergulho, tendo sido transportada para o porto de Vila da Praia [da Graciosa]”, lê-se no documento.

A Polícia Marítima de Angra do Heroísmo “tomou conta da ocorrência no local”, tendo sido ativada uma ambulância na operação de socorro.

Foi também ativada uma ambulância para o local, que assistiu a vítima e efetuou o transporte para uma unidade hospitalar. O homem acabou por não resistir, tendo o óbito sido declarado na unidade hospitalar”, conclui a Autoridade Marítima Nacional.

A reserva natural do Ilhéu da Praia localiza-se ao largo da ilha Graciosa, no grupo central do arquipélago dos Açores, tendo cerca de 10 hectares de área terrestre e 208 de área marinha.

/ AG