Um armazém têxtil em Moreira de Cónegos, concelho de Guimarães, ficou destruído por um incêndio que deflagrou ao início da madrugada de hoje, decorrendo nesta manhã os trabalhos de rescaldo, segundo fonte dos bombeiros.

De acordo com o comandante dos Bombeiros de Vizela, Paulo Félix, o alerta foi dado às 00:45, tendo o fogo sido dominado às 04:15 e as operações de rescaldo arrancado às 07:15.

A combater as chamas estiveram 27 operacionais dos Bombeiros de Vizela, auxiliados por elementos dos Bombeiros Voluntários Famalicenses, das Caldas das Taipas, de Guimarães e de Riba d’Ave.

No local esteve também a GNR, aguardando-se a chegada da Polícia Judiciária para investigar as causas do incêndio.

Conforme explicou Paulo Félix, em causa estavam dois “armazéns interligados”, com “várias toneladas de fio têxtil armazenado”.

Um deles estava todo tomado pelas chamas e foi considerado, à partida, como perdido. O nosso principal objetivo era circunscrever o incêndio para que não passasse para o pavilhão que está interligado, o que foi conseguido. Quanto às toneladas de fio que ficaram destruídas é que já nada havia a fazer, mas conseguimos que nos outros pavilhões ficassem intactos todos os fios que ali existiam”, afirmou.

O concelho de Guimarães localica-se no distrito de Braga.