Uma mulher foi detida pela Polícia Judiciária, em Portimão, por suspeitas da prática do crime de homicídio na forma tentada. Com 41 anos, a bailarina tentou matar o marido com uma faca de 10 centímetros.

De acordo com o comunicado da PJ de Portimão, em colaboração da GNR, foi identificada e detida a mulher pela presumível autoria do crime.

Os factos terão ocorrido no jardim de um condomínio privado no Alvor, Portimão.

A vítima e a suspeita são casados mas em processo de separação, esclarece a nota das autoridades.

"O crime, cometido com arma branca, resultou da conflitualidade já existente entre ambos, mormente por assuntos atinentes a um filho menor em comum. Após o encontro e troca de palavras, a autora munida de uma faca com cerca de 10cm de lâmina, desferiu um golpe no tórax da vítima, causando-lhe ferimentos graves", pode ler-se no comunicado.

A PJ afirma ainda que o golpe não causou a morte à vítima "porque foi intervencionado de urgência, encontrando-se agora livre de perigo".

A detida, de 41 anos de idade, bailarina, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medida de coação.