Um jovem de 18 anos foi detido na Madeira por indícios da prática dos crimes homicídio qualificado na forma tentada e roubo, depois de ter esfaqueado o padrasto, informou esta sexta-feira a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a PJ acrescenta que a detenção, em colaboração com a Polícia de Segurança Pública, “aconteceu fora de flagrante delito”, visto que o jovem, um dia depois de ter praticado os crimes, se apresentou às autoridades.

A nota menciona que o crime ocorreu na quarta-feira, no concelho de Câmara de Lobos (contíguo a oeste do Funchal), na casa da vítima, de 60 anos e padrasto do detido, que foi “agredida com golpes de arma branca, num contexto de um conflito”.

O agressor “apresentou-se na PSP de Câmara de Lobos, tendo este facto sido comunicado à Polícia Judiciária, face à natureza do crime em causa”, lê-se no comunicado.

O detido vai ser hoje presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas”, refere a PJ.

/ CE