A Polícia Judiciária (PJ)  anunciou a detenção de um jovem suspeito de ter matado um amigo com “joelhadas e pontapés”. O jovem está indiciado prática dos crimes de homicídio qualificado e roubo.

As agressões terão acontecido ainda na segunda-feira à tarde, mas só chegaram ao conhecimento da PJ só na manhã de terça-feira, após a descoberta do cadáver. O crime terá acontecido na casa da vítima, na sequência de um desentendimento entre os dois amigos.

No interior da residência do ofendido, o arguido, indivíduo jovem e de forte compleição física, agrediu violentamente a vítima, desferindo-lhe vários murros, joelhadas e pontapés, desfigurando-a e provocando-lhe assim a morte”, escreve a PJ em comunicado.

O arguido, de nacionalidade estrangeira e com 20 anos, tem “relevantes antecedentes criminais” e tinha atualmente pendente um mandado de detenção europeu e internacional para cumprimento de pena de 14 anos prisão, em Espanha. Tinha sido condenado naquele país por um crime de homicídio na forma tentada e um de roubo, ocorridos em 2017.

O detido, sem residência fixa e sem ocupação profissional, vai ser presente à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação.