O homem suspeito de ter matado outro com tiros de caçadeira perto de Viana do Alentejo (Évora) está indiciado do crime de homicídio qualificado e vai aguardar julgamento em prisão preventiva, disse hoje à Lusa fonte da GNR.

Segundo a fonte, o suspeito, de 46 anos, foi hoje submetido a interrogatório judicial no Tribunal de Évora, que lhe decretou a prisão preventiva, a medida de coação mais grave, e fica a aguardar julgamento no Estabelecimento Prisional de Beja.

O homem alvejou a vítima, de 29 anos, com vários tiros de caçadeira, na sexta-feira ao final da tarde, na Estrada Nacional (EN) 257, perto da vila de Viana do Alentejo, no distrito de Évora.

A vítima seguia num motociclo quando foi abalroada por um veículo ligeiro, de onde saiu o suspeito com uma caçadeira e a alvejou com vários disparos, contou à Lusa na sexta-feira fonte da GNR.

O suspeito foi detido por militares da GNR e o óbito da vítima foi declarado no local, disse a fonte, indicando que a investigação do caso passou para a alçada da Polícia Judiciária.

Segundo disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora, o alerta foi dado às autoridades às 19:26, tendo sido mobilizados para o local do crime operacionais e veículos dos Bombeiros Voluntários de Viana do Alentejo, uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) de Évora e a GNR.