Portugal tem dois em cada quatro doentes em risco de malnutrição, quando a média europeia é de um em cada três. A Associação Portuguesa de Nutrição Entérica e Parentérica está a tentar intervir junto das unidades hospitalares para resolver o problema. Esta é a semana da sensibilização para a malnutrição.

O presidente desta associação, Aníbal Marinho, afirma que um dos problemas identificados está relacionado com a monitorização do estado nutricional de pacientes que estão em hospitais.

Existe um problema que tem passado ao lado da maior parte das instituições", afirma o médico, referindo-se à malnutrição.

O objetivo da iniciativa é sensibilizar os profissionais de saúde para esta questão, até porque uma pessoa malnutrida tem mais dificuldades em combater uma doença.

Há uma falha das unidades hospitalares e do Ministério da Saúde", acrescenta Aníbal Marinho.