Duas utentes de uma casa de repouso do Caramulo (Tondela), afetadas na sexta-feira por uma “possível intoxicação por gás”, estão no hospital de Matosinhos em estado grave e outras duas têm alta prevista para a tarde de hoje.

Fonte hospitalar, que deu hoje a informação à agência Lusa, disse que as duas mulheres em estado grave, uma de 71 anos e outra de 78, foram transferidas do Hospital de São Teotónio, em Viseu, para o Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, ainda na sexta-feira, a fim de serem submetidas a tratamento na câmara hiperbárica, um equipamento que submete as pessoas a uma pressão ambiental superior à atmosférica, permitindo que respirem oxigénio puro.

As duas senhoras já fizeram tratamento na câmara hiperbárica e vão continuar a fazer. Chegaram ventiladas e encontram-se nos Cuidados Intensivos”, explicou a fonte.

Já hoje, o Hospital Pedro Hispano recebeu mais duas utentes da casa de repouso, uma de 67 anos e outra de 73, que também foram tratadas na câmara hiperbárica e que estão em observações nos serviços de urgência.

Essas pessoas vão ter alta ainda hoje”, referiu a fonte hospitalar.

As quatro pessoas integravam um grupo de oito utentes de uma casa de repouso do Caramulo, concelho de Tondela, distrito de Viseu, que necessitaram de tratamento hospitalar alegadamente devido a uma fuga de gás, registada pelas 10:20, na sexta-feira.

As restantes vítimas, ligeiras, foram assistidas apenas no Hospital de Viseu.