O Serviço Regional de Saúde dos Açores contava, no final de outubro, com 12.477 doentes à espera de cirurgia, um aumento de 6% comparativamente ao mesmo mês do ano anterior, anunciou o executivo regional.

Em outubro, lê-se num comunicado do Governo dos Açores, "entraram em lista de inscritos para cirurgia 1.296 utentes nos três hospitais do Serviço Regional de Saúde, o que representa um acréscimo de 20% comparativamente ao mesmo mês de 2018".

Relativamente ao tempo médio de espera por cirurgia, "registou-se uma melhoria comparativamente ao último boletim publicado" sobre a lista de inscritos para cirurgia - datado de maio de 2018 -, passando de 491 dias para 470 dias em outubro de 2019, uma redução de 21 dias.

"O aumento do número de médicos de família tem proporcionado mais referenciação para consultas de especialidade, mais consultas de especialidade e estas, naturalmente, mais referenciação para cirurgia”, segundo o executivo.

O Governo dos Açores diz ainda que o “crescimento da produção cirúrgica reflete também o investimento realizado nesta área, através do CIRURGE, plano de recuperação de cirurgias, no âmbito do qual está prevista a realização de 394 cirurgias até ao final do ano, a que acresce ainda a atividade prevista no âmbito do Vale Saúde".

Em outubro deste ano, foram operados 1.004 utentes no Serviço Regional de Saúde, "um crescimento de 66% relativamente ao mesmo mês de 2018 e de 23% comparativamente a outubro de 2017", acrescenta.