Um homem de 82 anos foi este sábado encontrado morto na freguesia de Agualva-Cacém, no concelho de Sintra, no interior da casa onde residia e que apresentava sinais de ter sido assaltada, disse à Lusa uma fonte dos bombeiros de Agualva-Cacém.

De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS), os meios foram chamados às 13:30 para um socorro com uma vítima mortal.

Fonte dos Bombeiros de Agualva-Cacém salientou que os bombeiros foram chamados para socorrer um homem de 82 anos encontrado morto na sua residência.

Quando os bombeiros chegaram ao local, depararam com “a vítima já cadáver com alguma rigidez” e encontraram “a casa remexida, pelo que suspeitaram de assalto e chamaram a PSP”, acrescentou.

Fonte do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP referiu à Lusa que “o senhor foi encontrado pela empregada de limpeza e estava morto e algo maltratado”.

Havia alguns objetos espalhados pela casa, a empregada da limpeza disse que houve objetos que desapareceram, mas agora só a autópsia é que pode determinar as causas do óbito”, acrescentou, salientando que as autoridades não descartam a hipótese de crime.

No local, estiveram uma ambulância dos Bombeiros de Agualva-Cacém, uma viatura médica do INEM, assim como elementos da PSP e da Polícia Judiciária.

O caso está entregue à PJ que, com a Polícia Científica, esteve no local a recolher indícios.