A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar um alegado homicídio seguido de suicídio, depois de um casal ter sido encontrado morto em casa, na terça-feira à noite, em São Bartolomeu de Messines, disse fonte policial.

Neste momento estamos a proceder à recolha de prova, mas numa primeira análise tudo aponta para um quadro de homicídio e suicídio”, disse a mesma fonte, em declarações à Lusa.

As vítimas, um homem e uma mulher, ambos com cerca de 60 anos, foram encontradas na casa onde viviam em Vale Mós, naquela freguesia do concelho de Silves, distrito de Faro, “com ferimentos provocados por uma arma de fogo”.

Segundo disse à Lusa a fonte da Polícia Judiciária, só depois de recolhida a prova e analisado o relatório das autópsias é que será possível determinar a sequência dos acontecimentos.

O alerta para as autoridades foi dado pelo filho do casal ao final da tarde de terça-feira, tendo sido enviadas para o local as equipas de emergência e socorro.

A morte das duas pessoas foi confirmada pelo médico do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

A Guarda Nacional Republicana (GNR) comunicou o caso à PJ, que assumiu a investigação.

/ JGR