O coordenador do Centro Escolar de Torrados, em Felgueiras, informou no dia 30 de outubro que os alunos que faltem às aulas da disciplina de Educação Moral e Religiosa serão impedidos de ser batizados ou de entrar nas igrejas. 

A disciplina é facultativa e só é frequentada pelos alunos que a escolhem no inicio do ano letivo. Porém, quem opta por ter aulas de Educação Moral e Religiosa está sujeito a ter faltas como noutra disciplina qualquer. Foi a  questão da assiduidade que levou o coordenador do Centro Escolar de Torrados a enviar um aviso aos pais dos alunos.

A comunicação da não frequência é feita mensalmente para a base de dados da Igreja Católica, correndo o risco de ser barrado em serviços como catequese, batizados e comunhão", lê-se no documento a que a TVI teve acesso.

A Diocese do Porto afirmou que as medidas tomadas pelo coordenador foram excessivas, salientando que a igreja "tem sempre as portas abertas para as crianças".