De acordo com o relatório de um inquérito da Universidade Católica, a que a Lusa teve acesso, mais de metade da população não crente portuguesa vive na região de Lisboa e Vale do Tejo, sendo que é nesta região que também estão concentrados a maioria dos Testemunhas de Jeová e outras religiões.

Em contraste, é no norte do país que estão concentrados 43,6% dos católicos.

O estudo permite associar o mundo rural aos católicos: 80% dos católicos portugueses são rurais e 66% são urbanos. Já no caso de pertencerem a outras religiões surgem como sendo sobretudo urbanos e semiurbanos.

O inquérito realizado permite concluir ainda que a população católica está cada vez mais envelhecida.

Quanto às atividades realizadas ao fim de semana, muitos dos católicos admitem não sair de casa nem para ir à missa ou a qualquer outro ato religioso.

Sendo que dos que ficam em casa apenas 18.8% assistem a cerimónias religiosas pela televisão.

No entanto, mais de metade dos católicos inqueridos ora diariamente ou pelo menos semanalmente.

Os religiosos que não praticam a sua fé justificaram-no com «falta de tempo» e «desleixo e descuido», sendo que uma pequena percentagem afirma que não vão à igreja ou templo religioso «por causa do padre, pastor ou responsável.»

O inquérito foi realizado a cerca de quatro mil pessoas com mais de 14 anos, pelo Centro de Estudos de Religiões e Culturas da Universidade Católica Portuguesa.
Redação / JL