Um assalto a um armazém de bacalhau na Estrada Nacional 109 em Cacia, Aveiro, causou um prejuízo de cerca de 150 mil euros, apurou a TVI24 junto de fonte da Ilhamar. 

De acordo com a proprietária da empresa, os assaltantes levaram uma quantidade ainda não apurada de bacalhau de primeira qualidade, uma vez que na fuga deixaram para trás algumas das caixas de bacalhau, sobretudo de segunda e terceira, depois de escolherem o melhor.

O valor de 150 mil euros de prejuízos inclui, para além do bacalhau furtado, os danos feitos pelos assaltantes no armazém e numa arca frigorífica.

Ficaram quatro viaturas abandonadas e muito bacalhau caído na lama nas traseiras do armazém", contou Denise Caçoilo.

Segundo o que foi possível apurar, o alerta para o assalto foi dado por um morador cerca da meia-noite, apesar de o barulho ter começado antes.

Saí da empresa às 20:15 e, passado meia hora, começaram a picar as paredes [para entrar no armazém]. Mas o alerta só foi dado à meia-noite. A GNR chegou logo cá e ficaram a guardar o local até agora. Às 4:00 já cá estávamos todos", acrescenta.

Durante o assalto, os suspeitos terão carregado, pelo menos, uma carrinha com caixas de bacalhau. "Outras três carrinhas e um carro ficaram para trás."

O bacalhau que sobrou estava na lama. Na noite passada choveu muito e está tudo enlameado nas traseiras do armazém", acrescentou Denise Caçoilo.

Contactado pela TVI24, o comando territorial da GNR de Aveiro confirmou o assalto e acrescentou que foram alertados "através de uma testemunha que percebeu que algo estava mal". 

A investigação está a cargo da GNR de Aveiro que se encontra no terreno a recolher provas. Os suspeitos, que se suspeita serem do Norte do país, estão em fuga.

Andreia Miranda