A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quarta-feira ter detido um homem “fortemente indiciado” pela prática de um crime de incêndio florestal na serra do Marão, no concelho de Vila Real.

O detido, de 51 anos, é suspeito de ter ateado um incêndio que consumiu 189 hectares de mancha florestal, constituída por mato, pinheiro bravo e carvalho.

O incêndio ocorreu no dia 19 de abril, cerca das 14:30.

Este fogo obrigou ao corte de trânsito no Itinerário Principal 4 (IP4), por razões de segurança, e chegaram a ser acionados para o local cerca de 190 operacionais de várias corporações, no entanto, a chuva acabou por ajudar a apagar as chamas.

A detenção foi efetuada pela Polícia Judiciária, através da Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real.

O homem, sem ocupação laboral, vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação.