A Polícia Judiciária (PJ) de Leiria deteve no domingo dois homens, de 27 e 40 anos, suspeitos de terem ateado seis incêndios florestais no concelho de Sardoal, distrito de Santarém, informou esta segunda-feira aquele órgão de polícia criminal.

Em comunicado, a PJ refere que os suspeitos, "sem justificação plausível, usando um isqueiro, ateavam os fogos em zonas de mato e pinhal, maioritariamente no período da noite, fazendo-se transportar numa moto".

Segundo a PJ, as detenções decorreram no âmbito da "investigação relativa à ocorrência de vários incêndios no concelho" de Sardoal, verificados "entre o início do mês de julho e dia 05 de setembro", tendo identificado e detido no domingo os dois presumíveis autores de seis crimes de incêndio florestal naquele município.

Os incêndios, segundo a autoridade policial, "ocorreram nas imediações das localidades de Alcaravela, Mogão Cimeiro, Codes, Matagosa e Valongo", todas no concelho do Sardoal.

Segundo a PJ, os incêndios "só não tomaram maiores proporções devido à pronta intervenção dos bombeiros, que rapidamente procederam à sua extinção".

Os detidos, um condutor/manobrador e o outro desempregado, irão ser presentes às autoridades judiciárias para a aplicação das medidas de coação, pode ainda ler-se na mesma nota informativa.

/ SS