Um operário da construção civil foi detido por suspeita de ter ateado um incêndio florestal em Mirandela, Bragança, na noite de sexta-feira.

O homem, de 30 anos, colocou em perigo habitações, segundo a Polícia Judiciária (PJ), em comunicado divulgado neste sábado.

Este fogo deflagrou às 21 horas de sexta-feira, não muito longe do local onde ocorreu o incêndio que ameaçou casas e levou ao corte da A4.

O incêndio colocou em perigo uma mancha florestal, área agrícola, bem como de habitações, de valor consideravelmente elevado, que apenas não foram consumidas devido à rápida deteção e intervenção dos bombeiros que se encontravam nas proximidades a fazer vigilância a um incêndio ocorrido no dia 6 de agosto", indica a PJ.

Presente a interrogatório judicial, foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

 
Redação / CM