O incêndio que deflagrou, esta terça-feira, no Monte de Santo António, na Maia, "não chegou a ameaçar casas graças a uma faixa de contenção limpa", disse à Lusa o comandante dos Bombeiros de Pedrouços.

O alerta foi dado às 13:11 e o incêndio encontrava-se em rescaldo cerca das 16:00. Este fogo mobilizou mais de 50 operacionais,

Em declarações à agência Lusa, o comandante dos Bombeiros Voluntários de Pedrouços, Pedro Teixeira, apontou que "a direção do vento fez com que o incêndio tivesse um sentido descendente, o que fez com que o fumo se aproximasse muito de habitações".

"Nunca estiveram em perigo graças a uma faixa de contenção limpa. Agora o fogo está em fase de rescaldo, prevendo-se algumas horas para consolidar o rescaldo e entrar em vigilância ativa".

A ocorrência mobilizou 52 homens, apoiados por 19 viaturas e um meio aéreo vindo do distrito de Braga.