Um incêndio ocorrido esta quarta-feira no mosteiro românico de Pedroso, Gaia, provocou prejuízos da ordem dos 15 mil euros, segundo estimativas do pároco local, Custódio Pinto.

A fonte disse que as chamas, que deflagraram de madrugada na zona do altar da celebração, consumiram duas credencias, carpetes, o pavimento em madeira e cadeirões.

«Na altura em que policia entrou, as chamas eram mais altas do que homem», contou o pároco, que atribuiu as causas do sinistro a uma vela que parecia estar bem apagada mas que, em rigor, não estava.

Apesar dos prejuízos, Custódio Pinto admitiu que as consequências seriam bem piores se o sinistro deflagrasse na zona do altar-mor.

Os Bombeiros Voluntários dos Carvalhos combateram o incêndio.
Redação / SM