"O incêndio foi provocado pelo detido sem causa aparente, numa altura em que se encontrava fortemente alcoolizado"




O fogo "provocou perigo” para os edifícios próximos, situação que acabou por ser ultrapassada com a “rápida intervenção dos bombeiros”