As operações de socorro numa casa que ardeu de madrugada em Sazes do Lorvão, em Penacova, terminou, não tendo sido registada qualquer outra vítima mortal para além da confirmada esta segunda-feira de manhã, afirmou a Proteção Civil.

As operações de socorro terminaram por volta das 14:30, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Coimbra.

O incêndio, que destruiu completamente a casa, provocou um morto, sendo que de manhã os operacionais continuaram as buscas à procura de um possível segundo corpo na habitação, onde moravam pai e filho.

De acordo com o presidente da Câmara de Penacova, Humberto Oliveira, na casa viviam pai e filho, presumindo-se que o corpo encontrado fosse do progenitor.

Segundo o autarca, que falava à Lusa de manhã, a PJ esteve no local a investigar a ocorrência, numa altura em que prosseguiam as buscas por um possível segundo cadáver.

O presidente da Junta de Freguesia de Sazes do Lorvão, José Carlos Alves, disse à agência Lusa que viviam na casa um homem de 54 anos e outro de 27 anos.

O alerta para o incêndio nesta localidade do distrito de Coimbra foi dado às 05:29, e as chamas foram extintas às 07:15.

/ HCL