Nove concelhos dos distritos de Castelo Branco, Santarém, Guarda, Portalegre e Faro estão este domingo em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O distrito de Castelo Branco, onde lavram incêndios desde a tarde sábado e que provocaram oito feridos, é o que concentra o maior número de concelhos em risco máximo de incêndio: Vila Velha de Ródão, Proença-a-Nova, Penamacor e Covilhã.

Em risco máximo de incêndio estão também os concelhos de Sabugal, na Guarda, Nisa e Marvão, em Portalegre, Alcoutim, em Faro e Mação, em Santarém.

O IPMA colocou ainda em risco muito elevado de incêndio vários concelhos dos distritos de Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Santarém, Beja e Faro.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo, sendo o elevado o terceiro nível mais grave.

Devido à “persistência de valores elevados da temperatura máxima”, o IPMA colocou sob Aviso Amarelo, entre as 10:00 deste domingo e as 21:00 de terça-feira, os distritos de Bragança, Évora, Guarda, Vila Real, Beja e Portalegre.

O distrito de Castelo Branco está sob este aviso desde as 05:53 de hoje, um alerta que se mantém até às 21:00 de terça-feira, precisa o IPMA com comunicado.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para este domingo céu geralmente limpo, apresentando-se geralmente muito nublado e com neblina ou nevoeiro no litoral centro até ao fim da manhã.

O vento sopra fraco a moderado (até 30 km/h) do quadrante norte, sendo de sudoeste no sotavento algarvio durante a tarde, e soprando por vezes forte (35 a 45 km/h) e com rajadas até 60 km/h na faixa costeira ocidental, em especial a sul do Cabo Carvoeiro e a partir da tarde.

As previsões apontam para uma pequena subida da temperatura máxima na região norte e interior centro.

As temperaturas máximas previstas para este domingo são de 29 graus Celsius em Lisboa, 31 em Faro, 24 no Porto, 35 em Bragança, 24 em Sagres e 38 em Évora.