O corpo carbonizado de um homem foi hoje encontrado após o rescaldo a um incêndio florestal que deflagrou na freguesia de Terroso, na Póvoa de Varzim.

A confirmação foi dada à agência Lusa pelo comandante da corporação poveira, Francisco Nova, referindo que ainda não foi possível descobrir a identidade da vítima, nem as circunstâncias em que foi atingido pelas chamas.

Fomos alertados para um incêndio rural, junto à autoestrada 28, na freguesia de Terroso, e já depois de termos apagado as chamas, quando fazíamos a revisão final, encontrámos o corpo carbonizado de um homem, aparentando ter entre 20 e 30 anos", descreveu o comandante dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Varzim.

Francisco Nova garantiu que "nesta fase não é possível apurar se foi a vítima a iniciar o incêndio ou se, por exemplo, estava a passar no local e foi apanhada pelas chamas", mas adiantou que nas imediações do terreno que ardeu foi encontrado um carro sem ocupantes.

"Quando chegámos ao local já estavam agricultores com cisternas a tentar apagar o incêndio e contaram-nos que tiveram de afastar um carro que estava no caminho de acesso ao terreno. Sabemos agora que o proprietário do carro é de uma freguesia próxima, mas ainda estamos à espera de um contacto", descreveu.

Entretanto, a Polícia Judiciária foi chamada ao local.

No combate ao incêndio, que consumiu cerca de um hectare e meio de floresta, estiveram oito veículos e 24 elementos das corporações da Póvoa de Varzim, da Trofa e de Vila do Conde.